LocalSlider

“A Terra Treme” na sexta-feira às 11h15

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) promove anualmente o exercício público de âmbito nacional de Sensibilização para o Risco Sísmico, denominado “A Terra Treme” (www.aterratreme.pt), medida prevista na Estratégia Nacional de Protecção Civil Preventiva.

“Este ano, assinalamos a 7.ª edição e a data apontada para a sua realização é o próximo dia 15 de novembro, às 11:15 horas”, informa o comandante dos Bombeiros Voluntário de Ovar, João Mesquita.

Pretende-se, com este exercício, capacitar os cidadãos para saber como agir em caso de sismo. Neste sentido, “é nosso objectivo que os cidadãos saibam o que fazer antes, durante e depois de um evento sísmico, nomeadamente conheçam as medidas preventivas e os comportamentos de autoprotecção a adoptar para se protegem e sentirem mais seguros”.

Além da população em idade escolar, cuja adesão à iniciativa tem sido enorme, a ANEPC tem a ambição de ir alargando sucessivamente, ano após ano, a reflexão e o debate em torno da temática do risco sísmico e a participação no Exercício de outros sectores da sociedade civil. Para tal, consideramos estratégico envolver as organizações – públicas, privadas e associativas – neste desiderato colectivo, procurando para o efeito unir esforços e extrair sinergias do conjunto de toda a sociedade, de modo a alcançarmos graus de resiliência individual e colectiva cada vez maiores.

Se a terra tremer, sabe o que fazer? No dia 15 de Outubro, às 11h15, todas as pessoas, onde quer que estejam, estão convidadas a participar no exercício nacional, praticando os três gestos básicos de protecção em caso de sismo:

Baixar – baixe-se sobre os joelhos, esta posição evita que possa cair durante o sismo, mas permite mover-se;
Proteger – proteja a cabeça e o pescoço com os braços e as mãos e procure abrigar-se, coloque-se se possível sob uma mesa resistente e segure-se a ela firmemente;
Aguardar – aguarde até a terra parar de tremer.

O exercício “A Terra Treme” tem a duração de um minuto e qualquer cidadão pode participar, individualmente ou em grupo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta