Sem categoria

Agitação marítima põe bombeiros em alerta

A corporação dos Bombeiros de Ovar e Esmoriz estão em alerta hoje e no sábado para prevenir estragos decorrentes da agitação marítima, que poderá pôr em risco zonas de habitação e já obrigou à abertura de valas preventivas.

Miguel Gomes, comandante dos Bombeiros Voluntários de Esmoriz, admitiu à Lusa que, ao contrário do habitual, desta vez não é o bairro piscatório dessa localidade do concelho de Ovar o mais afetado pela agitação marítima e pelo avanço do mar.

"A zona que está a ser mais fustigada está a norte, sobretudo em Silvalde, Paramos e Espinho", explicou. "Em Esmoriz, o bairro dos pescadores até tem estado calmo para o habitual e a Praia do Campinho é que tem sido mais afetada", continuou.

Os estragos dos últimos dias prendem-se principalmente com o arranque das proteções em madeira e pedra, que acabaram lançadas da praia para a via pública. Mas Miguel Gomes assegurou que a avenida marginal, com as suas habitações altas, não deverá correr riscos, sendo que as maiores preocupações para a próxima madrugada são motivadas pelo rio Lambo.

"A Barrinha de Esmoriz ficou tão cheia nestes dias que está a esvaziar para o mar muito lentamente", revelou o bombeiro. "Se não parar de chover, o caudal do rio vai aumentar ainda mais e, se ultrapassar a sua cota máxima, quase de certeza absoluta que a água vai entrar pelas casas que há lá perto". (Foto: Esmoriz)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta