LocalSlider

Bombeiros do concelho combateram fogo em S. Paio de Oleiros

Foi dominado durante a madrugada o incêndio que destruiu três armazéns de uma fábrica de papel no concelho de Santa Maria da Feira. No local, mais de 80 bombeiros continuam em trabalhos de rescaldo.

Cristina Pires, presidente da Junta de Freguesia de São Paio de Oleiros, diz que os danos são irreversíveis. A responsável estava próxima do local quando começou o fogo e viu que os proprietários só tiveram tempo de salvar algum equipamento da empresa.

José Batista, o segundo comandante dos bomebiros de Lourosa, diz que ainda não é possível apurar as causas do incêndio, que começou na sexta-feira ao final da tarde, e só foi dominado já de madrugada.

As chamas deflagraram na fábrica da empresa J. Nunes e Filhos Lda., que empregava cerca de dez funcionários, possuía quatro armazéns de resíduos de papel e cartão, três deles consumidos pelas chamas. Não há registo de feridos.

O alerta foi dado às 18h46 e no local estão os Bombeiros Voluntários de Lourosa e os Bombeiros Voluntários de Espinho, com um total de 44 viaturas e 135 homens. Cerca das 20h05, foram chamados como reforços os Bombeiros Voluntários de Esmoriz e os Bombeiros Voluntários de Ovar, visto que as chamas estavam a ameaçar habitações e atingiram o pinhal ao lado da fábrica.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta