Empresas

CaetanoBus apresenta o e.City Gold

O Grupo Salvador Caetano, em Vila Nova de Gaia, apresentou esta quinta-feira um novo autocarro para transporte urbano 100% eléctrico e silencioso – o e.City Gold, totalmente desenvolvido em Portugal.

O presidente do grupo, José Ramos, afirmou que o autocarro responde às necessidades de redução não só do consumo de energia no sector dos transportes, como das emissões de dióxido de carbono.

“Tem uma lotação máxima até 88 passageiros e está adaptado para pessoas com mobilidade reduzida”, frisou.

José Ramos salientou ainda que o e.City Gold, com baterias de última geração, é confortável para os utilizadores, está customizado às necessidades do cliente e reduz os custos de energia e manutenção.

Nos próximos meses, o autocarro, que demorou entre dois a três anos para conceber, vai ser experimentado nas cidades de Guimarães, Coimbra, Lisboa, Braga e Porto para ver se é necessário fazer melhorias.

“Isto é um forte indício de que os municípios encaram a mobilidade eléctrica como uma solução capaz de dar resposta aos principais problemas de mobilidade urbana”, salientou.

Com um peso bruto de 19 toneladas, o e.City Gold tem uma bateria, que demora cerca de 30 minutos a carregar, com autonomia até aos 200 quilómetros, adiantou José Ramos.

Para o presidente do Grupo Salvador Caetano, este veículo, já homologado, é uma “boa alternativa” aos autocarros a gasóleo, embora o investimento inicial seja superior. “Ao fim de seis anos, o investimento é recuperado”, vincou.

O e.City Gold foi desenvolvido pela CaetanoBus, em parceria com a Siemens e instituições da Universidade do Porto (UP).

Entre 2010 e 2015, a Salvador Caetano investiu cerca de sete milhões de euros em projetos de inovação e desenvolvimento ligados à mobilidade elétrica, referiu José Ramos.

Presente na cerimónia de apresentação, o secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, sustentou que o veículo está alinhado com as preocupações que decorrem dos compromissos mundiais.

Numa cerimónia em que esteve igualmente presente o presidente da Câmara de Ovar, o governante entendeu ser “fundamental” que a sociedade provoque menos emissões de dióxido de carbono e esteja mais preocupada com as alterações climáticas.

“O Governo está empenhado em fomentar frotas quer nos transportes públicos das empresas, quer nos municípios, quer nos cidadãos a utilização de veículos mais amigos do ambiente”, realçou.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta