Política

Câmara aberta ao diálogo para definir o uso da Casa da Junta de S. João

 

O presidente da Câmara Municipal de Ovar, Salvador Malheiro, lamenta a ausência do presidente da União das Freguesias de Ovar na inauguração da Casa da Junta de S. João de Ovar – Pólo de Capacitação e Inovação Social, que aconteceu no passado dia 25 de Abril.

O Edil diz que telefonou a Bruno Oliveira para que marcasse presença na inauguração do imóvel, já que é garantido que “a sede da junta vai ali funcionar, faltando definir em que moldes”. No entanto, segundo o edil, o líder da junta “queria que ficasse já tudo definido, mas não estamos em condições de dizer já se vai ser o rés-do-chão, o primeiro andar ou toda a casa”.

“Esse é um modelo que vamos ter que definir e estou completamente aberto ao diálogo para encontrar uma solução”, assegurando, no entanto que não cede a pressões, pois “fomos nós que pagamos e somos nós os donos da obra e, como tal, somos nós que definimos esse timing”.

O que interessa, sublinha, “é que temos ali um edifício que importa valorizar”, lembrando que “está lá escrito que é a casa da Junta e é isso que vai ser, falta só que nos sentemos a uma mesa para definir o que é melhor”.

Olhando para trás, Salvador Malheiro considera que “não aconteceu nada de especial” e que o “mais importante é que se entregou a casa à população de São João” e que “a cereja em cima do bolo seria o actual Governo reverter a reforma administrativa”.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta