Quarta-feira , 13 Dezembro 2017
Ler também:
CDU: Carlos Jorge Silva defende Hospital no sector público

CDU: Carlos Jorge Silva defende Hospital no sector público

A proximidade na prestação de cuidados de saúde é um factor determinante para garantir uma vida saudável aos cidadãos, defende a CDU. Em particular, “quando a população apresenta elevados índices de envelhecimento”.

Em reunião recente com o Conselho de Administração cessante, Carlos Jorge Silva defendeu “a autonomia do nosso Hospital, das obras no Bloco Operatório (já aprovadas e que tardam em ser iniciadas), o estudo da abertura de um Serviço de Urgência Básico e a integração dos trabalhadores precários”.

O candidato nota que estas pretensões não são apenas da CDU, “foram validadas por uma petição que recolheu mais de 7.300 assinaturas e que foi entregue na Assembleia da República. Pelo facto de ter ultrapassado as 4.000, obrigará a que o assunto seja discutido em plenário, naquela Assembleia”.

Da “profícua troca de impressões”, a CDU tomou conhecimento dos constrangimentos orçamentais impostos pela Tutela à gestão do hospital. Mas também de que “o número de utentes que escolhe o Hospital Dr. Francisco Zagalo (HFZ), para nele realizarem intervenções cirúrgicas, é mais elevado que a média dos restantes estabelecimentos hospitalares do País”.

É também um facto que os estudos epidemiológicos e demográficos, incluídos no “Plano de Negócios” apresentado pelo governo, “pretendendo justificar a fusão do HFZ na ULS da Feira, não foram objecto de discussão adequada”.

Na reunião, foi ainda realçada a necessidade de articular cada vez melhor a prestação de Cuidados de Saúde Primários entre os Centros de Saúde e o HFZ. Por último, a Administração do HFZ reconheceu a importância e a adequação da luta desenvolvida pela CDU em defesa do nosso Hospital, tendo “a nossa delegação expressado a forma empenhada como a Administração em fim de funções promoveu a afirmação do HFZ como uma unidade de referência de qualidade na prestação de cuidados de saúde aos ovarenses”.

Deixe uma resposta