CulturaSlider

Cerâmica e artesanato internacional para ver no Museu

Neste mês de janeiro em que o Museu de Ovar assinala o seu 57.º aniversário, podem ser admiradas duas exposições, até ao fim do mês de janeiro.

Com recurso ao seu acervo, o Museu lançou dois temas – “Quatro Fábricas de Cerâmica Portuguesa” e “Artesanato Internacional”, para mostrar algumas das relíquias e obras de arte que surpreendem quem o visita.

A exposição “Quatro Fábricas de Cerâmica Portuguesa”, reúne peças de duas fábricas já desaparecidas, como a Fábrica de Sacavém ou a Cerâmica IBIS, de Aveiro, uma fábrica de porcelana, ornamental, decorativa e artística, na continuidade da exposição permanente na Sala de Louças Carvalhinho “Serafim Lopes Andrade”, da já extinta Fábrica Carvalhinho.

As outras duas fábricas representadas no acervo deste Museu são a Fábrica Aleluia e a Fábrica Vista Alegre que se mantêm em actividade. As peças de arte cerâmica reunidas nesta mostra, representam um valioso património da evolução social e cultural, que bem preservadas no Museu de Ovar, vão aguardando oportunidades como as desta exposição, para realçarem toda a sua beleza estética e artística, em que sobressaem traços característicos e identificadores de várias épocas.

Numa sala ao lado e durante o mesmo tempo de permanência, a exposição “Artesanato Internacional”, reúne outras tantas relíquias em diferentes tipos de materiais, em que se podem observar peças do Brasil, Chile, Perú, México, Equador, Roménia, Bulgária, ex-União Soviética, Finlândia, Turquia, Cabo Verde e Timor.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta