Opinião

Crescer pelas bases – João Gomes

O crescimento dos clubes deve-se, sobretudo, à capacidade de estrutura ao nível do desenvolvimento das camadas jovens, pois são estas que suportam o futuro dos mesmos.
Apesar a aposta na formação não apresentar resultados a curto prazo que motivem de forma clara a massa adepta, é aqui que deve incidir o foco dos emblemas, sobretudo a nível regional. Obviamente, falar é bem mais simples que executar. Ainda assim, quando o objetivo passa por fornecer, aos jovens, meios favoráveis ao seu crescimento, os clubes acabam por aproximar não apenas um número substancialmente maior de atletas, mas também os pais, as associações, as empresas e a comunidade em geral.
Olhar para os mais pequenos não é uma tarefa que deva ser encarada de forma leviana. Deve ser tida em conta uma abordagem homogénea positiva, que promova hábitos saudáveis para que, a partir daí, seja mais viável alimentar resultados e, posteriormente, a equipa sénior.
Mas antes destes mesmos resultados, reforço, é necessário criar uma esfera de valores, comportamentos e atitudes que uniformizem a estrutura pela via do bem-estar, aprendizagem, cultura e diversão.
João Gomes

Artigos relacionados

Deixe uma resposta