CulturaSlider

Crianças apresentam “Era um Lobo” em estreia absoluta no FIMO

 

E ao terceiro dia do FIMO 2016, é a altura de assistir à estreia absoluta de “Era Um Lobo”, o resultado do workshop de marionetas “Lobo Mau” que decorreu ao longo dos últimos dias, dinamizado pela Fimtasia, de Bárbara Andrez.

“A ideia é tentar resumir um pouco de tudo o que se faz num teatro de marionetas”, começa por explicar Bárbara Andrez. Neste workshop, continua, “foram as crianças que criaram os bonecos, os cenários e agora vão manipulá-los”. Trata-se de uma “pequenina experiência do que será um espectáulo final de marionetas”. Bárbara Andrez avisa, no entanto, que “não é um espectáculo de meia hora, mas vai ter entre 8 e 10 minutos, período durante o qual, elas podem experimentar esta arte”.

O tema é o lobo mau e a “ideia foi pegar em todas as histórias em que há uma personagem lobo mau, que eles já conhecem, desconstruí-las um bocadinho – desde o Capuchinho Vermelho, os Três Porquinhos, o Pedro e o Lobo, e “transformá-las na história que vamos mostrar este domingo, que tem isso tudo e, no final, o lobo não é assim tão mau”.

A história já está pré-gravada – “porque o tempo é curto, mas elas podem intervir, fazendo diálogos e como correu tudo muito bem até aqui, tenho a certeza que a apresentação também vai correr tudo bem”, antecipa a mentora do projecto Fimtasia.

Bárbara Andrez espera que seja um projecto para frutificar, que seja “um projecto para continuar, não só com crianças mas também com a comunidade e esse objectivo também foi atingido este ano”. “Se este festival é para continuar deve estimular o interesse da comunidade para a arte da criação de marionetas”, defende.

Neste caso, “envolvemos uma dúzia de crianças no processo que ficaram a saber um pouco do que trata um espectáculo de marionetas”.

“Era Uma Vez um Lobo” estreia esta tarde de domingo, pelas 15h30, no jardim do Cáster, no âmbito do FIMO 2016.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta