CarnavalEspecial Carnaval

Cronologia da “Noite Mágica” do Carnaval de Ovar

17h45 – O número de seguranças que chega a Ovar é idêntico à quantidade de flexões que Toy faz a cada concerto, ou seja, 627;

18h – Os Corpos de Intervenção da PSP e da GNR lancham, juntos, kebabs;

18h37 – Salvador Malheiro, presidente da Câmara Municipal de Ovar, pondera uma visita aos balneários das escolas de samba do concelho, a fim de “desejar boa sorte a todas. Não pensem coisas pejorativas, pá!”, afirma;

19h55 – Começam a chegar os primeiros comboios do Porto e de Aveiro, carregados de foliões estrategicamente munidos de garrafões de cinco litros com todo o tipo de bebidas espirituosas que “pediram emprestadas” à garrafeira do pai, sem que o mesmo tivesse conhecimento;

21h23 – Os moradores do centro de Ovar afirmam pela 45ª vez: “Nunca mais é Quarta-feira, foda-se!”;

22h58 – A GNR multa uma ambulância de SM Feira pela condutora ter trocado o ex-marido (militar da referida força da autoridade) por um paramédico de São João da Madeira;

00h – Primeiros exageros alcoólicos: uma jovem de 15 anos, natural da Murtosa, é socorrida pelo INEM por ter ingerido mais em três horas do que a Jessica Athayde durante uma gala dos Globos de Ouro;

1h42 – Indivíduos mascarados à “La Casa de papel”, e outros tantos fantasiados de “Joker”, entram num cenário grotesco de zaragata por causa de meia-dúzia de enfermeiras e de duas ou três vampiras cujos decotes brilhavam ao ritmo do colorido das luzes da praça do chafariz Neptuno;

2h50 – “Vai Sacudir, Vai Abalar” e “O Amor de Julieta e Romeu” passam, no conjunto, 78 vezes numa noite apenas;

3h37 – Jovens de Esmoriz e de Espinho fazem swing de forma a selar a paz entre eles. Duas das meninas acabam grávidas;

4h50 – O lixo amontoado um pouco por toda a cidade faz com que Greta Thunberg emita um tweet: “Acho tudo isto uma vergonha! Estão a destruir o futuro do Carnaval das crianças e até o meu! Como se atrevem?”;

5h20 – Escolas de samba de Ovar respondem a Greta através do jornal “A Província Vareira”: “Olha lá, minha p***, ao contrário da tua cidade, nós, por cá, temos uma equipa eficiente (e bem gostosa e tesuda) de funcionários camarários que deixam Ovar mais bem cheirosa do que a tua sunga feita de folhas de papaia.”;

6h00 – Hora de regressar sem pagar bilhete! (Chupa, CP! Chupa, Estado Português!);

7h30 – Toy envia mensagem a Salvador Malheiro: “Foda-se, puto, perdi o cartão do hotel. Posso ficar em tua casa esta noite? Ainda tens o número daquela miúda do Furadouro?”

Assim, com uma bela dose de nostalgia, mas com o amplo sentimento de missão cumprida, cai o pano sobre o Carnaval de Ovar 2020. Até para o ano, foliões! Obrigado a todos!

(Texto – Pedro Nuno.)
#CarnavaldeOvar2020

Artigos relacionados

Deixe uma resposta