OpiniãoSem categoria

Da medicação à meditação – Susana Antunes

As crianças atualmente estão expostas ao excesso de informação, assim como ao excesso de tarefas escolares e actividades de ocupação de tempos livres.

Parece que há uma necessidade de as ter sempre ocupadas e entretidas. Este excesso de informação contribui para a hiperatividade que se lhes atribui.

Ao provocar-lhes tantos estímulos, as crianças vão desenvolvendo um estado ansioso e tenso por não terem momentos de tranquilidade e criatividade. Não sabem quando parar, nem sabem o que é “estar” apenas e fluir na sua criatividade.

Estão sempre ocupadas com tarefas e actividades. Depois nas aulas, não conseguem estar sentadas por muito tempo a ouvir o professor. Entretanto, as queixas chegam aos pais e estes as levam ao pediatra. O médico medica a criança. Não a cura. Medica, faz da criança prisioneira da sua energia com doses de medicação para lhes prender o excesso de energia. E assim se arruína uma criança.

A prática da Meditação traz momentos de relaxamento, tranquilidade, poder interior, auto confiança e um amor próprio que as ajuda a lidar com as suas emoções e mente. A Meditação permite a expansão da criatividade na criança e um bom desenvolvimento das suas capacidades cognitivas.

Favorece as boas relações sociais entre colegas, professores e pais. Traz um comportamento mais benevolente e compassivo. Desenvolve a atenção plena e a consciência do aqui e agora. Estimula a concentração e o desenvolvimento do poder mental. Diminui os níveis de ansiedade de forma natural, ajudando a regular o sono.

O contacto com a Natureza, o andar a pé a passear com os pais, o contato com os animais e a vida ao ar livre são grandes pilares de equilíbrio e bem estar na criança.

As aulas de Meditação decorrem no espaço do Projeto Aquário em Ovar.

Professora de Meditação e Mindfulness para Crianças
Certificada pela Yoga Family Portugal
Susana Duarte Antunes
projetoaquario.wordpress.com

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Leia também

Close