Covid-19

Decreto Régio concede dois dias de tolerância de ponto

O Rei do Carnaval de Ovar, D. Al Sino – ‘O Badalo’, abriu ontem a reunião pública do executivo camarário de Ovar e logo para decertar dois dias de tolerância de ponto.

Acompanhado pela Rainha D. Earth Queen – ‘A Ecológica’, Sua Alteza Real (SAR) mandou, por Decreto Régio, que haja tolerância de ponto na segunda e terça-feira de carnaval. “É a primeira vez que tal acontece”, comentou SAR, “o que deixou os nossos funcionários muito satisfeitos”.

Em anos anteriores, foi apenas dada tolerância de ponto nos dois dias aos funcionários que desfilavam nos grandes corsos carnavalescos da cidade, enquanto os outros tinham apenas um dia. “Achei que uma medida destas não era justa, pois somos todos funcionários da mesma autarquia e todos merecem folgar na maior festa do concelho”. D. Al Sino acrescenta que “a medida é boa porque eles aplicam-se muito nesta altura e merecem bem este descanso”.

Foi inédita a participação de SAR numa reunião do executivo e Alcino Andrade, ele próprio funcionário da Edilidade, pensa que foi uma experiência “muito interessante, na linha desta câmara que tem inovado em vários aspectos e isso é bom”.

O desfile de recepção ao Casal Real da folia ovarense decorreu no passado domingo e também aí, o monarca diz que “toda a gente gostou, desde o percurso ao próprio discurso que foi um pouco diferente do habitual e muito bom”. “Foi diferente porque dei destaque aos grupos e escolas de samba sem excepção e deixei um pouco a política de lado”, acrescentou.

O casal real de Ovar não é contratado e não se limita, portanto, a ocupar o trono por um dia ou por umas horas. É sempre alguém da prata da casa e tem uma agenda social que o ocupa desde que “toma posse” até terça-feira gorda.

Ontem, ainda visitou todos os serviços da câmara, “uma casa que conheço bem, para comunicar pessoalmente esta benesse”, à tarde tinha prevista a presença no Carnaval Sénior que decorreu na tenda instalada no Parque da Senhora da Graça e à noite ia visitar algumas sedes de grupos carnavalescos para ver o andamento dos trabalhos – Axu Nal e a Aldeia do Carnaval. “O Rei deve ter uma agenda própria, ser activo e comunicar com as pessoas”.

A Rainha D. Earth Queen – ‘A Ecológica’ não podia estar mais de acordo com o decreto Régio. “O meu rei trouxe uma boa nova à Câmara Municipal e tem o meu apoio a 100 por cento”. Solange Duarte está a encarar tudo com boa disposição: “A experiência está muito positiva”.

Refira-se que, este ano, o Governo volta a não dar tolerância de ponto no Carnaval. Após a reunião do Conselho de Ministros de hoje, Marques Guedes disse que o Governo mantém a posição assumida de há dois anos para cá. (Ler mais in Diário de Aveiro e foto de Daniel Mendonça)

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta