Empresas

Elastictek e Exporplás autorizadas a funcionar

O Ministério da Economia autorizou hoje a Elastictek – Indústria de Plásticos, S. A., e a Exporplas, S. A., a laborar ao considerar que são “duas empresas cuja actividade se demonstra essencial no período actual, por se tratarem de produtoras de matérias-primas para a indústria de higiene e sanitária e para a produção de dispositivos hospitalares; e de fio para a embalagem de produtos agrícolas para alimentação animal, rede para a embalagem de produtos agrícolas alimentares, cordas, fios para relva artificial, e fibras de polipropileno, respectivamente”.

No caso da Elastictek – Indústria de Plásticos, S. A., uma parte da sua capacidade produtiva está a ser dedicada a matérias-primas destinadas ao fabrico de equipamentos de protecção individual, nomeadamente máscaras, batas cirúrgicas, botas cirúrgicas, toucas, manguitos e outros dispositivos médicos.

São já perto de três dezenas as excepções ao cerco e o município de Ovar defende que o mesmo carácter de excepção devia ser estendido às pequenas empresas e comércio local.

As empresas ficarão obrigadas, enquanto se mantiver o estado de calamidade e a declaração de emergência nacional, a laborar no máximo com um terço dos colaboradores, que devem ser apenas residentes no concelho e com idade inferior a 60 anos. Para além disso, será necessário cumprirem um período de quarentena.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta