CulturaSlider

Em Estarreja, é tempo de ObservaRia

[themoneytizer id=”16574-1″]

A Garça-branca-grande (Egretta alba) é uma ave imponente típica de zonas húmidas, relativamente rara no território português. Por cá, é frequentemente avistada nos arrozais e campos alagados do Baixo Vouga Lagunar, de Salreu e Canelas, no outono e inverno. Destaca-se na paisagem com a sua plumagem branca e bico comprido e amarelo que usa para se alimentar de peixes e invertebrados aquáticos.

Foi um desses momentos irrepetíveis ao olhar humano que o fotógrafo Manuel Malva não deixou escapar. “Entro na água camuflado ainda de madrugada e avanço na escuridão. A primeira luz surge e revela um vulto branco ao longe, na margem. Uma garça-branca-grande. Aproximo-me cuidadosamente ao ritmo que o sol sobe no horizonte. A garça tolera a presença daquele estranho elemento camuflado e prossegue com a sua rotina de alimentação.” O resultado está à vista na fotografia escolhida para ilustrar o cartaz deste ano da ObservaRia.

Manuel Malva será um dos autores que terá uma exposição durante a feira intitulada: “Modos de Vida”, sobre a diversidade de vida que coabita connosco. “Esta exposição pretende enaltecer o milagre que é a vida e desvendar as formas tão diversas que ela assume, e que caracterizam a riquíssima fauna da região.” O fundador da Milvoz – Movimento para promoção e preservação do património natural da região de Coimbra, vai ainda orientar o workshop: “Ver o que os olhos não veem – Introdução à armadilhagem fotográfica”, no domingo, às 10h.

Mais de 50 atividades, entre palestras, workshops, ateliês para crianças, passeios de barco, a pé, de bicicleta ou veículo elétrico, voo em balão de ar quente, exposições. Um painel único de 20 especialistas nacionais e internacionais, que se concentram em Estarreja. Feira expositiva com 34 entidades. Serão quatro dias de contacto com a natureza em estado puro e com um programa intenso.

Organizada pela Câmara Municipal de Estarreja e ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, a ObservaRia 2019 – Estarreja Birdwatching Fair reúne um vasto programa com atividades em torno da fotografia, observação de aves, comunicação de ciência, sensibilização e educação ambiental.

Alunos são os primeiros a visitar a feira

Começa já esta quinta-feira, dia 11, com um dia dedicado exclusivamente ao público escolar, levando as crianças a participar em acções de lazer e pedagógicas ao ar-livre, que decorrem entre as 10h e as 16h30. Às 11h30, os alunos terão o privilégio de assistir à devolução à natureza de uma Cegonha-branca recuperada no CERVAS – Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens.

Com um programa extenso e intenso, a ObservaRia surge também como uma ótima oportunidade para as famílias passarem um dia divertido numa zona natural única, junto ao canais da Ria de Aveiro, e usufruir das várias atividades de campo, desde a Anilhagem de Aves com a Associação Portuguesa de Anilhadores de Aves (sábado e domingo, 8h30 – 12h), ao Voo Cativo em Balão de Ar Quente (sábado e domingo, 10h – 13h), aos passeios de moliceiro e lancha, ou a ObservaKids com Moldes 3D para pintar e a oficina “À descoberta das aves selvagens em Portugal”. Pode também experienciar os canais da Ria em passeios de Stand Up Paddle, com o Clube Nortada.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta