Cultura

Escola de Artes e Ofícios acolhe “Quintas da Ria”

A Universidade de Aveiro (UA), através do grupo uariadeaveiro e da Fábrica da Ciência Viva, promove um novo ciclo de conversas sobre temas da Ria, na continuação do trabalho iniciado há dois anos e como resposta aos pedidos recebidos por diferentes vias. O grupo uariadeaveiro tem como missão mobilizar o conhecimento e facilitar a sua disponibilização ao serviço da Ria de Aveiro de forma mais pró-activa e, assim, contribuir para a protecção, valorização e gestão da Ria de Aveiro.

As conversas “Quintas da Ria” prosseguem através de um novo ciclo, depois das duas anteriores edições, agora alargado a outros municípios para além de Aveiro, todas elas unidas pelo interesse comum na laguna. A nova edição da iniciativa pretende prosseguir com o desafio de manter a Ria de Aveiro no centro do debate político e regional.

Esta nova edição dá, também, resposta a vários pedidos que o grupo uariadeaveiro e a Fábrica foram recebendo para que as edições do “Quintas da Ria” prosseguissem, explica Teresa Fidélis, professora no Departamento de Ambiente e Ordenamento e coordenadora do grupo uariadeaveiro. Houve quem visse nestas tertúlias um incentivo para reanimar ou reactivar actividades quase abandonadas, assinala a coordenadora do grupo.

Sessões em vários municípios
O “Quintas da Ria” é um ciclo de conversas organizado pelo grupo uariadeaveiro, dinamizado pela Reitoria e envolvendo investigadores, e pela Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro. Tem como objectivo promover a partilha de conhecimentos sobre a Ria e, em conjunto com a sociedade interessada, contribuir para a construção de valores e incentivar a sua protecção, valorização e gestão.

Este terceiro ciclo, e espera a organização, também o seguinte, tem a particularidade das sessões saírem de Aveiro e do auditório da Fábrica, com debates estendidos a outros locais e a outros públicos, facilitando a partilha das diferentes perspetivas e vivências locais em torno da Ria.
Segundo Teresa Fidélis, nesta terceira edição, o ciclo “Quintas da Ria” irá à Murtosa, Ovar, Estarreja, Ílhavo e Vagos, itinerância que se pretende alargar a outros municípios da Ria no ciclo seguinte.

Durante estas sessões em ambiente informal, com entrada livre e um carácter itinerante pelos territórios da Ria, diversos convidados abordarão temas relacionados com a Ria, numa quinta-feira do mês.

A primeira sessão do “Quintas da Ria III” decorreu no passado dia 28 de janeiro, às 21h15, na Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro. Intitulada “Turismo hoteleiro nas margens da Ria”, esta primeira sessão centrou-se no alojamento turístico na envolvente à Ria de Aveiro, suas principais características e potencialidades de evolução, bem como os factores críticos que o turismo enfrenta nesta área.

Programa “Quintas da Ria III”

25 de fevereiro, Murtosa – COMUR – Museu Municipal
Papel da Mulher nas atividades económicas da Ria

31 de março, Vagos – Biblioteca Municipal
Marketing Territorial – promoção de produtos dos territórios da Ria

21 de abril, Aveiro – Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro
Sal – reinventar dos negócios

19 de maio, Ovar – Escola de Artes e Ofícios
Navegabilidade e turismo náutico na Ria

30 de junho, Ílhavo – Edifício Sócio-Cultural da Costa Nova
Museologia e os territórios da Ria

20 de outubro, Estarreja – Espaço Café-Concerto do Cine-Teatro de Estarreja
Recursos naturais – valorização do território e potencial económico

17 de novembro, Aveiro – Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro
Festas e tradições da Ria e repercussões económicas para os seus territórios

Artigos relacionados

Deixe uma resposta