CulturaSlider

Gastronomia da borda da Ria para provar na Murtosa

[themoneytizer id=”16574-1″]

Em Peniche e Ílhavo foi de bordo, mas o Festival de Gastronomia que ontem começou na Murtosa não é de bordo, é de borda. De borda, porque são pratos confeccionados na margem da Ria.

Em mais uma das acções previstas no Projecto Territórios com História: o mar, a pesca e as comunidades – programação cultural em rede dos municípios de Ílhavo, Peniche e Murtosa que perceberam que, “per si, teriam muita dificuldade em se afirmar”. “Se formos capazes de nos juntar, utilizar recursos conjuntos, promovermos escala numa estratégia de promoção é fundamental”, realçou o presidente da Câmara da Murtosa.

Joaquim Batista deixou, pois, uma “palavra de apreço” aos restaurantes aderentes, que aceitaram fazer este “caminho de aprendizagem”. A Murtosa não é Sol e mar, também é gastronomia, neste caso, numa aposta de diferença, “com os mesmos produtos e recursos fazemos coisas diferentes e vivemos experiências diferentes”.

Até 9 de dezembro, o Município da Murtosa dinamiza a gastronomia local, através do Festival Gastronomia de Bordo. Evento que projecta para os dias de hoje a gastronomia (sabores e costumes) tradicionalmente produzida na borda da Ria, após jornadas longas de pesca na laguna, com a mentoria da Chef Patrícia Borges, docente na Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar e Chef nacional especialista em peixe, ontem representada pelos Chefs Hélder Barros e José Tavares. O conceito proposto pela Chef passa por uma experiência de peixes e marisco da Ria, que podem ser três entradas ou pratos principais. Os espaços de restauração prepararam menus específicos para o certame, tendo como referencial os pratos de peixe e, de um modo especial, as caldeiradas, com destaque para as de enguias.

Os restaurantes aderentes são “A Varina”, “Avenida – Praia”, “Bastos”, “Braseiro do Mar”, Casa Silva, o Veleiro e o Xávega Mar, todos da praia da Torreira, e O Bico da Murtosa, na Murtosa.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta