SaúdeSlider

Hospital de Ovar passa a contar com consulta geriatria

Serviço pioneiro na região destinado a utentes a partir dos 65 anos

[themoneytizer id=”16574-1″]

O Hospital Dr. Francisco Zagalo – Ovar (HFZ-Ovar) já tem disponível a consulta de geriatria, um serviço pioneiro na região destinado a utentes a partir dos 65 anos.

“Continuamos a apostar na modernização, diversificação, maior integração na região e na rede de cuidados de saúde. A nova valência é, precisamente, uma nova resposta às necessidades da população, nesta lógica de proximidade que pauta a nossa ação diária”, diz o presidente do Conselho Diretivo deste equipamento hospitalar, Luís Miguel Ferreira.

Realizada por uma equipa multidisciplinar liderada pelo médico internista Alexandre Rola (com competência em Geriatria pela Ordem dos Médicos), esta consulta tem por base uma avaliação global do doente, começando com uma primeira avaliação física, estado cognitivo, da marcha, e da capacidade funcional, podendo ser complementada com a avaliação psicológica, nutricional e social.

“A partir desta avaliação, o objetivo é tentar maximizar o potencial do doente no sentido de melhorar a sua qualidade de vida, ainda que não o consigamos recuperar a 100 por cento. Por exemplo, através da revisão da medicação habitual encaminhar o doente – rapidamente – para outras especialidades que seja preciso, ou estabelecer um plano de reabilitação/prevenção de quedas”, explica Alexandre Rola, pós-graduado em Geriatria Clínica pela Universidade do Porto e com estágio num Serviço de Elderly Medicine, durante o internato médico, nos Hospitais de St. Mary’s e Charing Cross, em Londres (Inglaterra).

Para o clínico, a nova consulta vem dar “uma resposta mais atenta” aos problemas dos doentes idosos, como, de resto, acontece há mais de 30 anos em Espanha ou nos EUA. “É uma grande mais-valia para a região e coloca o HFZ-Ovar no estrito grupo de unidades que disponibilizam uma consulta de geriatria. A mais próxima entre nós a funcionar é no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC)”, salienta.

Em Portugal, uma a cada cinco pessoas tem 65 anos ou mais. A projeção do Instituto Português de Estatística é que em 2080 sejam pelo menos três pessoas nessa faixa para cada jovem.

A consulta de geriatria – que arrancou no mês de abril – realiza-se semanalmente à segunda-feira (entre as 13h30 e as 15h30), sendo destinada a todos os doentes com mais de 65 anos que cumpram os critérios de referenciação, entretanto já apresentados nas Unidades de Saúde Familiar da região.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta