SaúdeSlider

Hospital fica de fora da ULS de Entre Douro e Vouga

O Ministério da Saúde vai mesmo criar a Unidade Local de Saúde de Entre Douro e Vouga da qual, em princípio, o Hospital Dr. Francisco Zagalo não fará parte, estando em preparação uma proposta para uma forma de gestão piloto.

A decisão suscita, no entanto, algumas reservas, nomeadamente aos vereadores socialistas no executivo ovarense, “não só por desconhecerem os seus contornos, como também por não se perspectivar que o governo adopte uma situação excepcional para o Hospital de Ovar”.

“É óbvio que nesta matéria se impõe uma posição concertada entre o poder local, todas as forças políticas e a comunidade, parecendo-me que é consensual que devemos pugnar por mais valências (especialidades médicas) e pela reabilitação do bloco operatório”, lembrou Vitor Amaral.

O vereador socialista entende que se deve voltar a exigir o regresso da urgência ao Hospital de Ovar. “A questão das urgências básicas deve merecer uma grande ponderação, envolvendo os técnicos de saúde, para que todos percebamos as vantagens de ter esse serviço no Hospital de Ovar e eventuais inconvenientes (especialmente no que respeita aos cuidados de saúde em situações mais específicas e graves)”.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta