Quinta-feira , 14 Dezembro 2017
Ler também:
Mosaico musical de Selma Uamusse conquistou-nos

Mosaico musical de Selma Uamusse conquistou-nos

Prometida ao FESTA há um ano, Selma Uamusse cumpriu o prometido num concerto na Praça das Galinhas, no final de tarde de sábado com Sol mas também com muito vento.

Provou-se que a moçambicana já não é menina de coro dos Wraygunn, hoje canta o seu mundo com um mundo dentro de si. A sua versatilidade, poderoso instrumento vocal e genialidade performativa, levou o público (não tanto quanto ela merecia) numa viagem por diversos estilos e cada vez mais consciente do poder transformador político e social da música.

Eram poucos mas bons os que assistiram e participaram na mistura fina que a Selma ofereceu, num mosaico (azulejo?) de colagens de todas as aventuras musicais e artísticas que viveu. Entre as machambas de Moçambique, os clubes nocturnos europeus e a energia do rock, entre línguas e ritmos tradicionais africanos e produção electrónica carregada de psicadelismo, entre timbilas e sintetizadores, conquistou-nos.

Deixe uma resposta