CulturaSlider

Museu de Ovar lembra a artista Beatriz Campos

Beatriz
Para assinalar os 100 anos do nascimento da artista ovarense, Beatriz Campos, pintora, desenhista e ceramista, que nasceu em Ovar em 14 de outubro de 1915 e faleceu a 31 de maio de 2009, a direcção do Museu de Ovar vai lembrar a mulher e dar a conhecer um significativo acervo da sua arte.

Dando continuidade à programação de exposições que estão em agenda para este ano, o museu vai mostrar peças que Beatriz Campos ao longo de vários anos doou a esta instituição, tanto pintura como cerâmica.

A mostra, baseada essencialmente em peças de cerâmica da artista que teve a sua iniciação como ceramista na fábrica Viúva Lamego, em Lisboa, vai ser proporcionada ao público através de uma exposição designada, “100 horas de Beatriz”, que vai ser inaugurada esta quarta-feira, pelas 18h30 na sala dos fundadores do Museu de Ovar, permanecendo até ao dia 18 (domingo), com encerramento às 22h30.

Além da obra que pode ser visitada durante 100 horas de exposição, para lembrar a artista Beatriz Campos, realiza-se ainda no dia 17 (sábado), pelas 16 horas, na mesma sala da exposição, uma conferência subordinada ao tema “Lembrando a mulher” que terá como oradores, Alberto Lamy e Manuel Bernardo, e Carlos Nuno Granja, moderador.

José Lopes

Artigos relacionados

Deixe uma resposta