LocalSlider

“Não somos perfeitos mas estamos a dar o melhor”

Foi assim que o presidente da Câmara Municipal de Ovar encerrou o seu discurso do Dia do Município, esta manhã de sábado, nos Paços do Concelho.

Num discurso pautado por um balanço das iniciativas, obras e acções municipais executadas, em curso ou programadas, o edil assegurou que o seu executivo tem “as suas prioridades bem identificadas”.

“Queremos transformar o nosso concelho num verdadeiro território de emoções”, reafirmou, acrescentando a este desiderato, a vontade de o tornar “mais inclusivo, mais verde, mais justo e mais sustentável do ponto de vista financeiro”.

O caminho está traçado e Salvador Malheiro está convicto de que é o certo, prometendo “continuar a honrar os nossos compromisso e a nossa palavra”.

O presidente da Assembleia Municipal, Pedro Braga da Cruz, referiu-se ao santo padroeiro do Município, São Cristóvão. “Era um barqueiro humilde que, no seu dia a dia, ajudava os outros”. Por isso, lembrou o autarca, “neste dia lembramos e homenageamos os que, ao longo do tempo, nos ajudaram a ser melhores”.

Os homenageados:

Medalha de Ouro do Município de Ovar
. Francisco Ramada (póstumo)
(Fundador do F. Ramada, empresa que, em 2015, celebra 80 anos)

Medalha Mérito Municipal Ouro
. Maria Helena de Meneses Borges Lopes
(Fundadora do Colégio Nossa Senhora da Esperança, actual Escola Secundária Júlio Dinis, que festejou 50 anos no ano anterior)
. Beatriz dos Santos Campos (póstumo)
(Artista vareira, nascida em 14 de outubro de 1915. Celebração do 1º centenário)

Medalha Mérito Municipal Prata
. Dinocrato Formigal e Costa
(Presidente da Associação Humanitária do Bombeiros Voluntários de Ovar)
. Carlos Borges
(Comandante dos Bombeiros Voluntários de Ovar)
. David de Oliveira Ferrão
(Pescador e representante da Arte Xávega)
Medalha Municipal de Cobre
. Miguel Gomes
(Comandante dos Bombeiros Voluntários de Esmoriz)
. João Duarte
(Presidente cessante da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Ovar)

Medalha Municipal de Cobre – 25 anos de atividade cultural, social e/ou desportiva
. Grupo de Danças e Cantares de Cortegaça
. Grupo de Danças e Cantares de Santa Maria de Esmoriz
. Associação de Reformados e Pensionistas de Cortegaça
. Centro Cultural, Recreativo e Desportivo do Bairro da Misericórdia
. Conferência de S. Vicente de Paulo de S. Vicente de Pereira

Vem aí o restaurante?

dia do município 2
O dia ficou ainda marcado pela inauguração da infraestrutura no Parque Urbano de Ovar que inclui Quiosque, Cafetaria e Zona Lúdica. A empreitada contemplou a instalação de um quiosque com apoio de cafetaria, sanitários e arrumos de apoio ao Parque. No exterior, de forma a permitir contemplar o rio e os espaços verdes, foi instalada uma esplanada e um espaço de recreio exterior, o qual integra equipamentos para crianças – parque infantil – e para adultos, criando um circuito que estimulará a atividade física e a criatividade de todas as gerações, permitindo diversas formas de utilização.

Salvador Malheiro disse que se limitou a concretizar o que já estava planeado. E agora quer ir um pouco mais além: “Estamos a planear um equipamento com possibilidade de ter a valência de restaurante”.

O equipamento foi inaugurado mas ainda não se encontra em funcionamento. Segue-se ainda o procedimento concursal em hasta pública para saber se há interessados e escolher um deles para concessionar o bar. “Espero que a população possa vir a utilizar este equipamento muito em breve”, assinalou o edil.

O presidente da União das Freguesias de Ovar, Bruno Oliveira, congratulou o executivo na pessoa do presidente da Câmara pela obra que “vai melhorar muito as condições oferecidas a quem visita Ovar”, destacando o parque infantil que “há muito era uma necessidade tendo em consideração o apelo do parque urbano nas crianças.

A Reabilitação de infraestrutura no Parque Urbano de Ovar: Cafetaria / Quiosque / Zona Lúdica, adjudicada por 135.481,03+ IVA, pretende valorizar e potenciar o Parque Urbano de Ovar.

No dia do Município de Ovar, o presidente da Câmara Municipal de Ovar procedeu ainda à consignação da empreitada de Beneficiação do Polidesportivo da Habitovar, que pretende transformar aquele espaço numa zona de lazer mais atractiva e mais cuidada.
Adjudicada por 63.597 euros +IVA e com um prazo de execução de 90 dias, esta obra, para além dos arranjos de toda a envolvente, prevê a implantação de um polidesportivo com as medidas oficiais, permitindo que sejam praticadas diversas modalidades, entre as quais, o Basquetebol, o Andebol, o Voleibol e o Futsal.

(em actualização)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta