Quinta-feira , 27 Julho 2017
Ler também:
Nestlé amplia Centro de Distribuição de Avanca

Nestlé amplia Centro de Distribuição de Avanca

A Nestlé Portugal lançou, esta segunda-feira, a primeira pedra das obras de remodelação e ampliação do Centro de Distribuição de Avanca. O momento contou com a presença de Diamantino Sabina, presidente da Câmara de Estarreja, José Borges, presidente da Junta de Freguesia de Avanca, e Jordi Llach, Diretor-Geral da Nestlé Portugal, SA, que assim assinalaram o início do investimento no principal centro de distribuição nacional, responsável pela expedição de 80% dos produtos que a Nestlé Portugal vende no País e no estrangeiro.

A obra, cuja conclusão está prevista para o final de 2018, visa o aumento da área de operações deste centro, com a construção de uma nova nave com uma área de 4.100 m2, mas também a modernização de todo o complexo contíguo à principal fábrica da Nestlé no País – a Fábrica de Avanca, onde se produzem marcas como o Cerelac, Nestum, Chocapic, Mokambo, entre outras, uma unidade fabril que exporta mais de 50% do total da sua produção.

O investimento total desta operação ascende já aos cinco milhões de euros, uma vez que ao projecto de quatro milhões de euros, previsto inicialmente, se juntou uma nova rubrica no valor de um milhão de euros, para aumento da altura operacional no interior do centro.

Jordi Lach, Diretor Geral da Nestlé Portugal, afirma que “ao aprovar este considerável investimento no nosso Centro de Distribuição de Avanca, a Nestlé, SA está a reconhecer a excelência das nossas operações logísticas locais e a importância do polo de Avanca na estrutura industrial da Nestlé em Portugal. Esta obra constitui mais um reforço da aposta da Nestlé na localidade berço da Companhia no País”.

Pelo Centro de Distribuição de Avanca passam as principais marcas que a Nestlé produz em solo nacional para consumo interno, mas também para exportação. Deste polo saem diariamente produtos com destino a 36 países espalhados por três continentes: Europa, Ásia e África.

Segundo Jörg Deubel, Diretor de Operações Logísticas da Nestlé Portugal, “este investimento prepara o nosso Centro de Distribuição de Avanca para os desafios da próxima geração, além de aportar uma maior eficiência ambiental na cadeia de produção da Nestlé, ao permitir uma significativa redução nas movimentações intermédias de carga.”

Deixe uma resposta