PolíticaSlider

Passos Coelho pede ao ministro do Ambiente que “não desperdice oportunidades”

Durante a sua visita ao Arraial de Esmoriz, Pedro Passos Coelho reconheceu que o território vareiro é um dos mais afectados pelo avanço do mar, pelo que a região tem vindo a ser objecto de frequentes obras de defesa da sua costa e deveria acolher ainda mais trabalhos no mesmo sentido.

“Espero que essas intervenções, que estavam programadas para todo o litoral, possam de facto efectivar-se, embora eu tenha noção de que terá havido alguns desvios das respectivas verbas para outras intenções do Governo”, declarou.

“Espero agora que o senhor ministro do Ambiente não desperdice estas oportunidades de fazer a intervenção correctiva que aqui é necessária”, acrescentou.

Salvador Malheiro, presidente da Câmara de Ovar e também da distrital de Aveiro do PSD, admitiu que, apesar do arranque da requalificação da Barrinha de Esmoriz estar agora marcado para o dia 16 de setembro, a obra terá início com um significativo atraso devido a impedimentos burocráticos relacionados com questões ambientais.

Para evitar que situações idênticas se repitam, o autarca reclama: “Esta é uma zona que tem sofrido muito ao longo dos anos [com o avanço do mar] e por isso merece uma discriminação positiva”.

Quanto ao contributo do Governo para que isso se verifique, Salvador Malheiro mostrou-se confiante. “Tenho a palavra do ministro de que iremos ter a possibilidade ter aqui obras de fundo, o que passa por aumentar o esporão existente no Furadouro e em Cortegaça, e fazer o quebra-mar”, sublinhou.

O autarca realça, aliás, que “a Câmara Municipal está disposta a suportar parte do montante envolvido”, pelo que concluiu: “Vamos aguardar. Ainda estamos dentro dos ‘timings'”.

A Selecção
Ainda em declarações no Arraial da Barrinha, onde ficou a ver o jogo com a Polónia, dos quartos de final do Europeu, com outros elementos da estrutura distrital de Aveiro do PSD, Passos Coelho manifestou um desejo.

“Uma vez que o Ronaldo já fez um golo que foi decisivo para a equipa e que foi bom também para a nossa autoestima – e para a dele próprio -, agora eu gostava que outros pudessem também juntar-se ao marcador”, disse.

O líder nacional dos sociais-democratas acredita, aliás, que a equipa de Fernando Santos tem lá “bons elementos para poder marcar uns golinhos”.

Perante esse comentário, um comerciante local manifestou-se a propósito da sua própria preferência e Pedro Passos Coelho concordou: “Sim, temos lá o Quaresma também.”

Quanto às suas expectativas relativamente ao resultado final do jogo, o presidente do PSD limitou-se a assumir que essas são “as melhores” e realçou: “Marcar golos neste campeonato já vai ser, só por si, um prémio muito grande. Não tenho dúvidas disso.”

(Lusa)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta