Cultura

“Piano Solo” de António Pinho Vargas

O reconhecido compositor António Pinho Vargas vai dar um concerto intitulado “Piano Solo” este sábado, 15 de fevereiro, às 22 horas, no auditório do Centro de Arte de Ovar.

Compositor, músico, ensaísta, gravou 10 discos de jazz como pianista/compositor incluindo os dois CDs duplos Solo (2008) e Solo II (2009) em piano solo.

Foram já editados quatro discos monográficos com algumas das suas obras. Compôs quatro óperas, uma oratória, nove peças para orquestra, oito obras para ensemble, 18 obras de câmara, sete obras para solistas e música para 5 filmes. Podem destacar-se as óperas Édipo, Tragédia de Saber (1996), Os Dias Levantados (1998) e Outro Fim (2008), as obras para orquestra Acting Out (1998), a Impaciência de Mahler (2000), Graffiti [just forms] (2006), Six Portraits of Pain, para violoncelo solo e ensemble (2005), Um Discurso de Thomas Bernhard, para narrador e orquestra (2007) e a Suite para violoncelo solo (2008). Em 2011 estreou a obra sinfónica Onze Cartas para orquestra, três narradores (pré-gravados) e eletrónica.

Publicou sobre música: ensaios, textos e entrevistas (Afrontamento, 2002) e Cinco Conferências sobre a História da Música do Século XX (Culturgest, 2008) e, em 2011, o livro Música e Poder: para uma sociologia da ausência da música portuguesa no contexto europeu (CES/Almedina). Recebeu, em 2012, o Prémio Universidade de Coimbra e o Prémio José Afonso 2010.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta