LocalSlider

Protecção Civil Distrital reforça apelo à prevenção

Tendo em conta a previsível manutenção das condições meteorológicas adversas (temperaturas elevadas, e humidade relativa baixa) com risco acrescido de propagação das ignições e dificuldades de supressão até, pelo menos, dia 06 de Agosto, a Comissão Distrital de Protecção Civil de Aveiro (CDPC), reunida esta sexta-feira, solicita à população que mantenha e reforce os comportamentos preventivos e informa que o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais mantém a sua plena operacionalidade, assegurada pelas vários organismos e entidades que o compõem.

O organismo determinou o reforço de meios de detecção, vigilância e fiscalização, com recurso ao patrulhamento dissuasor e vigilância, através de equipas dos vários agentes de protecção civil e ainda o pré-posicionamento dos meios de combate a incêndios, tendo sido também reforçados os meios para o ataque inicial.

Foi ainda reforçada a coordenação política e institucional com todos os Agentes de Proteção Civil e os diversos Organismos e Entidades de Apoio, designadamente através do acionamento da estrutura de coordenação institucional territorialmente competente (Centro Centros de Coordenação Operacional Distrital) e estrutura de coordenação política territorialmente competentes (Comissão Distrital de Proteção Civil de Aveiro).

Foi decidido, pela CDPC, solicitar à população que mantenha e reforce os comportamentos preventivos, nomeadamente, alertando para que se evitem comportamentos de risco que possam potenciar ignições (tais como queimas de sobrantes, uso de fogo de artificio e fumar ou foguear junto de espaços florestais/agrícolas, os quais estão interditos até ao fim da Declaração da Situação de Alerta); Recomendar que sejam adoptadas medidas de autoprotecção face à ocorrência de incêndios rurais, seguindo sempre as instruções das
autoridades/forças de socorro; Relembrar que sejam seguidas as recomendações da Direcção Geral de Saúde no que respeita aos comportamentos adequados às presentes temperaturas extremas; Recomendar aos Srs. Presidentes de Câmara a reunião das respectivas Comissões Municipais de Protecção Civil, no sentido de avaliar a situação operacional e os riscos potenciais dos seus municípios.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta