Política

PS: Verba destinada ao Orçamento Participativo é insuficiente

O PS de Ovar critica a verba disponibilizada para o Orçamento Participativo 2015/16. “Para este orçamento, participativo o executivo reservou 100.000 euros do orçamento total, que corresponde a 0,27% do orçamento a ser revisto e aprovado na próxima Assembleia Municipal”.

Atribuir à iniciativa um peso orçamental de 0,27% é, para os socialistas, “pouco e redutor das capacidades da sociedade civil ovarense”.

Ricardo Alexandre, presidente da concelhia do PS, lembra que em reunião de Câmara, os vereadores socialistas defenderam “um aumento de 50% ao valor reservado para o orçamento participativo, tendo em conta o enorme impacto que teve no ano 2104, e, assim, seria dada abertura para acolher mais
projectos oriundos da sociedade civil, mas que não teve a aprovação do executivo PSD”.

Tal recusa, continua o dirigente, “não nos demove de continuar a reivindicar o que achamos ser melhor para Ovar e para a sua população, e se é certo que o Orçamento Participativo é da autoria do actual executivo, não é menos verdade que o mesmo deve ser usado como alavanca para uma maior participação civil nas decisões do Município e não como mais uma forma de campanha de promoção de imagem por parte do executivo liderado por Salvador Malheiro”.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta