Política

PS vota contra apoio extraordinário às freguesias

O executivo municipal aprovou a proposta de apoio financeiro extraordinário à UFO e às freguesias de Esmoriz, Cortegaça, Maceda e Válega, à primeira de 75.000 Euros e a cada uma das outras de 50.000.

Como vem sendo hábito, os vereadores socialistas votaram contra, com Vitor Amaral a salientar que o “principal objectivo da coesão territorial consiste em garantir que as populações disponham dos mesmos mecanismos e meios, de forma a promover um desenvolvimento mais equilibrado e sustentável, acrescentando que a maioria deste executivo tem defendido, e bem, uma maior coesão do nosso município, a vários níveis, o que nós partilhamos”.

Porém, entende que a “maioria tem um discurso que não é condizente com a prática”. Isto porque, defende que deverão novamente ser “consideradas 8 freguesias em lugar das cinco actuais, e na prática observa apenas as 5 com uma pequena distinção para as 4 que se encontram administrativamente ligadas”.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta