Sexta-feira , 20 Outubro 2017
Ler também:
“Quando é preciso, um autarca até faz de coveiro” (TSF)

“Quando é preciso, um autarca até faz de coveiro” (TSF)

“Tenho uma personalidade forte, mas o físico também ajuda e eu sou dotado”, Jaime Duarte de Almeida, 73 anos descreve-se assim depois de contar algumas das tarefas que tem desempenhado na Junta de Freguesia de Válega.

A mais peculiar, porventura, foi ter aberto a cova e ter feito o enterro de duas pessoas da freguesia. “Foi num dia em que morreram duas pessoas e depois morreu mais uma. Estava muito calor, o coveiro já não podia mais e não tínhamos pessoal”. Garante que enterrou os conterrâneos e a seguir foi do cemitério transportar blocos para a construção de um muro na freguesia.

O artigo (a foto é de Dora Pires), anterior às eleições de um de Outubro, pode ser lido na íntegra aqui. Reportagem do Porto Canal aqui.

Deixe uma resposta