PolíticaSlider

Salvador Malheiro desdramatiza incidente na Assembleia Municipal

[themoneytizer id=”16574-1″]

 

O presidente da Câmara Municipal de Ovar, Salvador Malheiro, desvalorizou hoje o incidente ocorrido na última Assembleia Municipal de Ovar envolvendo o seu vereador Domingos Silva e o deputado Fernando Almeida, eleito pelo CDS-PP.

“Foi um momento a quente, que os dois resolveram imediatamente, não havendo nada mais a dizer”, comentou o presidente ovarense.

Na sessão da passada quarta-feira, o deputado centrista aludiu ao alegado desvio de dinheiros da Câmara Municipal de Ovar, defendendo que “as responsabilidades não podem ser todas imputadas a um funcionário ou funcionária” e acrescentou ser “inadmissível a forma como o executivo tem conduzido todo este processo, alheando-se por completo das suas responsabilidades”. Quando pediu ao presidente da Câmara que esclarecesse a Assembleia se “reiterava a confiança política no seu vereador com o pelouro das finanças”, Domingos Silva tê-lo-á mandado à merda. O próprio centrista já admitiu que o vereador em causa lhe pediu desculpa encerrando por ali a polémica.

Quanto ao processo do alegado desvio de 70 mil euros dos cofres camarários, Salvador Malheiro mantém a confiança no seu vice, dizendo que não faz sentido demitir o ministro das Finanças por um eventual distúrbio numa repartição. Informou ainda que a funcionária em questão já está a trabalhar, tendo sido transferida de divisão camarária e que o executivo aguarda “calmamente” a conclusão do processo disciplinar. (Foto: D.R.)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta