CulturaSlider

Transports Exceptionnels é um raro momento no tempo…

Foi sob este título que o jornal francês Libération se referiu ao espectáculo que ontem esteve no Festa e hoje se repete.

Será a fantasia de uma criança? Será a ideia de nos reencontrarmos, após tantos anos, com o guindaste de brinquedo dos nossos tempos de infância?

Transports Exceptionnels é um duo inesperado entre um bailarino e uma retroescavadora, um diálogo poético de vinte minutos entre um homem e uma máquina gigante, entre ferro e carne, ao som de música de ópera. Os movimentos da máquina são quase humanos e estão em harmonia com a coreografia do bailarino. A metáfora é legível; é uma questão de aceitar que o mundo está em construção, em movimento, para o pior e para o melhor…

A companhia Beau Geste foi criada em 1981 por sete bailarinos do Centro Nacional de Dança Contemporânea– Angers, dirigido pelo coreógrafo norte-americano Alwin Nikolaïs. Realçando a personalidade e movimentos únicos de cada bailarino, Beau Geste explora uma multiplicidade de estilos de espectáculo: solos, cabarets, espectáculos de variedades, conferências de dança… aproveitando todas as oportunidades para afirmar o gosto pela diversidade, pela distância e pelo humor. (Libération, França)

Repete este sábado
Parque da Sra da Graça
22h

O dia 1 do FESTA 2016

Artigos relacionados

Deixe uma resposta