Quarta-feira , 22 Novembro 2017
Ler também:
Um caso de sucesso no combate ao escaravelho da palmeira – Paulo Bonifácio

Um caso de sucesso no combate ao escaravelho da palmeira – Paulo Bonifácio

Há um ano, os primeiros ventos fortes do final de Verão puseram a descoberto aquilo que o escaravelho da palmeira andava a “fabricar”. Adornaram por completo os ramos da palmeira mais pequena deste conjunto da antiga Villa Paraense, à entrada do Furadouro.

Prontamente assistidas, levaram uma poda sanitária: a palmeira mais pequena teve uma poda a ananás, desaconselhável por alguns especialistas. Ficou como mostra a foto deste dia do ano de 2015!

A larva do escaravelho aloja-se nos ramos da palmeira, minando o seu interior por vezes em mais de um metro de comprimento. Aquilo que por fora parece perfeito, por dentro está oco e aos primeiros ventos, mais fortes, quebram-se as folhas, desprendendo-se por vezes.

A poda, nas palmeiras, através dos cortes liberta feromonas que atraem o insecto, sendo por isso de evitar, mas quando o bicho já lá está, a poda radical, a ananás, permite eliminar o maior número de insectos. Por isso, entendo eu, será a melhor opção quando se pretende, seriamente, salvar o exemplar.

Tudo isto pressupondo um tratamento, que nesta fase da doença, terá de ser químico!

As duas palmeiras que não serão centenárias, mas quase, foram tratadas curativamente.

Um ano passado é com muito agrado que registo que valeu a pena, pois a imagem, deste dia e ano, fala por si! Felizmente não é um caso isolado em Ovar, escolhi este pela idade das espécies.

Ao Município Ovarense falta adquirir muita competência nesta matéria. Nunca foi feito um trabalho sério na prevenção e combate a esta praga. A selecção de um Engenheiro Florestal (estagiário), em Março de 2015, para a Divisão do Ambiente, que, também, tinha a função de “Elaborar o Plano de Acção para o Controlo do Escaravelho da Palmeira”, “Divulgação pela Comunidade sobre a Praga do Escaravelho da Palmeira” e “Acções de Sensibilização aos Munícipes e Empresas que Combatem a Praga”, que resultado teve? Conhecem os Munícipes alguma iniciativa? O site do Município, na área de actuação do Ambiente, em Parques e Jardins, encontra-se no estado permanente de “Conteúdos em produção”…

Paulo Bonifácio

Deixe uma resposta