Opinião

Um país de imbecis? – Quem tem medo do Lobo Mau?

Continuando com o assunto Cavaco.

Então António Costa, depois da sua audiência com o PR, mentiu aos cidadãos portugueses (aqueles que quer governar) ao dizer que tinha um acordo sólido com PCP e BE para um governo de 4 anos. O PR veio dizer depois que nada lhe havia sido apresentado – sem desmentido de nenhum dos três partidos – e, como se tem verificado, estava a falar verdade. Por alguma razão veio, depois da comunicação do PR, dizer-se que agora é que era, que Cavaco é que tinha conseguido unir as esquerdas e dar o impulso que faltava ao acordo PS-PCP-BE (que entretanto, passados mais uns dias, continua sem aparecer).

Perante isto, o que faz a parte néscia do país? Em vez de se escandalizar por aquele que quer ser primeiro ministro – Costa – andar já a mentir àqueles que quer governar, fica a arrancar os cabelos por Cavaco ter dito o que devia sobre PCP e BE. (E não, o voto não lava iniquidades; já muita coisa politicamente indecorosa foi sancionada pelo voto popular.) Deve ser caso de, tão moralmente degradante estar a ser a conduta de Costa, que já só esperamos mentiras e trapaceirices da criatura.

E quanto a Cavaco, a esquerda neste assunto (como nos outros) não aprende. Lembro-me (só um exemplo) de uma tarde na pousada de Santa Marinha, em Guimarães, no verão de 2005. Estava grávida da minha criança mais velha e muito indisposta com o calor. Soares tinha acabado de anunciar a sua candidatura a Belém (ressabiado com Cavaco). E Luís Osório (perante os seus colegas comentadores, todos acenando com aprovação), dizia na tv que Cavaco não iria conseguir roubar um voto ao centro-esquerda a Soares. Viu-se.

Cavaco conseguiu por o PS inteiramente nas mãos de PCP e BE – tanto para o acordo (que agora é ainda mais necessário ao PS para não perder a face) como para uma futura governação (onde a única coisa que o governo PS vai ter é a legitimidade formal, que politica e eleitoral não terá nenhuma; boa sorte para os tempos oh tão fáceis que se avizinham). E fez isto dizendo as verdades que deviam ser ditas das agremiações totalitárias e revolucionárias. De mestre. Só imbecis que gostam que os governantes mintam não percebem.

*O Insurgente

Artigos relacionados

Deixe uma resposta