Sexta-feira , 19 Janeiro 2018
Ler também:
Uma aventura de bicicleta de Chaves a Faro pela EN2

Uma aventura de bicicleta de Chaves a Faro pela EN2

Quatro ciclistas residentes em Ovar concluíram com sucesso uma aventura de bicicleta, com 738 quilómetros, que os levou desde Chaves a Faro, pela mítica Estrada Nacional n.º2.

biclaDito assim, a viagem já impõe respeito, mas se vos dissermos que os autores da façanha têm uma média de idades na casa dos 60 anos, a coisa muda de figura e torna-se digna da maior admiração – António Maria Azevedo, tem 69 anos, José da Silva Gomes, tem 68, José Almeida Simões, 65 e Vítor Martins, 57 anos.

A EN2, por seu lado, é caracterizada por ser um percurso vertiginoso, pela espinha dorsal do país, sendo a estrada nacional mais extensa de Portugal e a única que o atravessa de lés a lés.

“Fizemos uma média de 100 km por dia”, contou José Almeida Simões, ao nosso jornal. Os quatro são amantes das duas rodas e estão em boa forma, mas mesmo assim, numa distância tão longa, não escondem as suas contrariedades: “O mais difícil foram as subidas da Régua para Lamego, com 12 km sempre a subir, depois de Góis até Pedrógão Grande, com 17 km, também com grande inclinação…”, recordou o ciclista.

bicla1Mas houve mais momentos difíceis, todos ultrapassados com sucesso. por exemplo, “o trajecto da Sertã até Vila de Rei também foi difícil e, no último dia, a Serra do Caldeirão”.

O Alentejo “também não é fácil, mas faz-se muito bem pela beleza do percurso”. Nesta região de Portugal, José Almeida Simões deixa um reparo: “Tem um senão, está muito mal identificado. Querem promover uma zona de grande beleza e torná-la roteiro turístico, têm que fazer melhor”, aconselha.

E as pernas como reagiram, sempre a pedalar tantos dias e horas? “As pernas reagiram bem, nada de anormal”, responde naturalmente o ciclista vareiro, que desvenda o segredo: “Com um bom banho no final de cada percurso, estávamos novos para a seguinte”.

A viagem foi efectuada de Chaves até Faro, teve o seu início a 26 de junho e final com a chegada a Faro, no dia 03 de Julho.

Uma aventura que António Azevedo, Vítor Martins, José Gomes e José Simões vão, certamente, recordar por muitos e bons motivos.

Deixe uma resposta