LocalSlider

Verbenas cheiram a tradição, memórias e diversão

Já cheira a sardinha assada e a manjerico, já apetece beber sangria e dançar ao som do bailarico. As Verbenas do Largo dos Combatentes, numa organização da União das Freguesias de Ovar, São João, Arada e São Vicente de Pereira, que arrancam no próximo dia 14, rimam com Marchas Populares, Tasquinhas e com os grandes concertos no palco dos Combatentes.

A autarquia liderada por Bruno Oliveira convida a recordar os cheiros, o pregão, a música tradicional, num rebuliço de emoções e de memórias recriando uma tradição dos anos 60 do século XX, daquele lugar tipicamente vareiro.

As Verbenas dos Combatentes pretendem relembrar “a festa aos santos populares com espaços de venda, comes e bebes, costumes e música tradicional num convívio que atravessa gerações”.

No primeiro dia, os Dharma são os convidados para animar a noite a partir das 22 horas. No dia 15, o Largo vai vibrar com o Desfile de Marchas Populares, com as Marchas da Associação de Pais do Jardim de Infância da Oliveirinha, Associação de Pais da Escola Básica da Ponte Nova, Associação de Pais da Escola Básica dos Combatentes e a fechar a Marcha das Ribeirinhas.

“Recriamos e revivemos a tradição de um pequeno lugar ovarense, a herança cultural dos nossos antepassados, uma raiz identitária que a modernidade quase fazia esquecer”, convida a autarquia ovarense.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta