DesportoSlider

Voleibol: EGC garante manutenção na Primeira Divisão

 

A manutenção da equipa sénior masculina do Esmoriz Ginásio Clube na principal divisão da modalidade ficou garantida no passado dia 12 de abril após a vitória em Espinho por 3-1 frente à Associação Académica de Espinho.

Os objetivos traçados no início da época para a equipa sénior masculina foram cumpridos com um bom desempenho principalmente na 2ª fase do campeonato. Apesar dos diversos azares que assolaram a equipa durante toda a época, com lesões em atletas influentes na equipa, foi adiada para a série dos últimos a disputa do objetivo da manutenção na primeira divisão.

Há a salientar que a equipa principal é composta maioritariamente por atletas formados no Esmoriz Ginásio Clube o que constitui um motivo digno de realce.

Campeão Nacional III divisão de Séniores Feminino

egc-femininasNos dias 11, 12 e 13 de Abril decorreu na Parede (Cascais) a fase final do campeonato nacional da III divisão de seniores feminino para apuramento da equipa campeã nacional.

A equipa do Esmoriz Ginásio Clube sagrou-se campeã nacional da III divisão da modalidade ao vencer o Clube Escola da Levada da Madeira por 3-1, com os parciais 26-24, 25-11, 19-25 e 25-20. Venceu também o Clube Escola de Sta Maria dos Açores pela diferença máxima, com os parciais 25-11, 25-15, 25-10. A equipa lisboeta do Clube Nacional de Ginástica, foi derrotada pela equipa da Barrinha por 3-1, com os parciais 26-28, 25-11, 25-18 e 25-13

As atletas do Esmoriz Ginásio Clube campeãs são Ana Patrícia Silva, Raquel Eichmann, Sofia Fragoso, Rita Neto, Catarina Gouveia, Francisca Silva, Catarina Santos, Daniela Falcão, Ana Raquel Silva, Rita Brandão, Alexandra Silva, Ema Santos, Nadia Soares, Mariana Neto, Ana Pinto, Rita Lei, Samara Macor e Raquel Figueiredo. Os treinadores campeões são Sérgio Soares e Arlindo Lopes.

Após terem conseguido nas primeiras fases do Campeonato Nacional sempre o primeiro lugar, e sem qualquer derrota, estavam agora a três jogos de atingir o grande objetivo desta época, subir de divisão e ser campeão nacional. Sabia-se que não seria uma tarefa fácil trazer a taça para casa pois, a equipa da Madeira era constituída por atletas com bastante experiência de divisões superiores, a equipa dos Açores era uma completa incógnita e a equipa da casa tinha sido até então a que tinha colocado mais dificuldades à formação de Esmoriz e jogando perante o seu público, o entusiasmo e confiança eram ainda maiores. Como sempre o EGC entrou nos jogos com postura e atitude de guerreiras.

Esta atitude levou mais uma vez a superar as dificuldades, conseguindo o tão desejado e merecido título, fruto do empenho, dedicação, esforço e humildade de todo o grupo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta