SaúdeSlider

Acreditada a Unidade de Convalescença do Hospital Francisco Zagalo

A Unidade de Convalescença do Hospital Dr. Francisco Zagalo (HFZ) foi acreditada pela Direcção Geral de Saúde, no âmbito do programa @credita.

Este é um programa que considera como imperativo promover e garantir a qualidade e a melhoria contínua dos serviços de saúde, com rigor e respeito pela confidencialidade, imperativo este também “de todos os que dedicam a vida profissional ao serviço público dos cidadãos que procuram as unidades para receberem os cuidados globais, integrados e seguros que necessitam e a que têm direito”.

“Com satisfação, estima e valor e reconhecimento por todos os que trabalham na Unidade de Convalescença, e em especial no processo de acreditação da Unidade do Hospital Dr. Francisco Zagalo”, mostrou-se o presidente do HFZ, Luís Vaz, para manifestar, junto da ARS Centro e da instituição de saúde a relevância que o processo tem na “centralidade do cidadão no sistema de saúde, tendo o profissional de saúde como obreiro da melhor prática, empenho e humanização de cuidados de saúde, em prol de um serviço público melhor orientado à satisfação do cidadão”.

O responsável deixou ainda “uma palavra de enorme apreço por todos, mas com relevo para a direcção clínica, na pessoa de Júlia Oliveira, a quem coube a missão de dirigir o programa na Unidade a partir da orientação e solicitação da DSG e, de forma idêntica, a todos os que no serviço se empenharam, dirigiram e orientaram trabalho, formação e aplicação de novas metodologias de acção e conhecimento, valor e dedicação”.

“Se todos temos que nos empenhar na promoção da qualidade, fazê-lo e conseguir a acreditação, no actual momento, significa acentuar as dimensões da proximidade, da coordenação em saúde, capacitar de acordo com literacia, protecção de direito à saúde, e sobretudo acrescentar valor”, concluiu Luís Vaz.

Significa, pois, dimensionar a UCC do FHZ e preparar essa com garantia da solidez e presença na Rede Nacional, num processo que é, aliás, contínuo, já que se segue a fase do “Acompanhamento” que durará os 5 anos de vigência da acreditação.

Este é um processo desenvolvido ao longo de vários meses, sob tutela do Departamento da Qualidade na Saúde, inserido na Estratégia Nacional da Qualidade, visando assegurar que as funções de governação, coordenação e acção local, centradas no doente, estão devidamente alinhadas pelo mesmo diapasão, com respeito pelas dimensões da efectividade, eficiência, acesso, segurança, equidade, adequação, oportunidade, continuidade e respeito pelo cidadão.

Tem, assim, como principal missão, potenciar e reconhecer a qualidade e a segurança da prestação de cuidados de saúde, para garantir os direitos dos cidadãos na sua relação com o sistema de saúde.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta