LocalSlider

AdRA tem plano de intervenção nas ruas de Válega

O presidente do Conselho de Administração da AdRA, Fernando Vasconcelos, confirma que as estradas de Válega não estão bem e aproveitou para pedir “desculpa às pessoas directamente afectadas”. O administrador recorda que “quando estas obras se iniciam, chamamos a atenção e pedimos paciência às pessoas porque causam incómodo, por serem infra-estruturas que mexem profundamente com as ruas”. “Ao provocarem valas muito grandes e profundas mexem muito com a vida das pessoas, causam muito incómodo”, reconhece. Falando à margem de um evento da AdRA na escola de São João de Ovar, Fernando Vasconcelos concordou que “aquilo que se passa aqui nesta freguesia ultrapassa aquilo que é razoável e tal decorre de várias situações da dificuldade dos empreiteiros em responderam atempadamente quando se trata de fazer as pavimentações”.

“Temos agora um planeamento com o empreiteiro responsável por estas situações no concelho de Ovar, mas é compreensível que haja um esgotar de paciência nas populações pois já é muito tempo para as pessoas terem os pavimentos desta forma”.

Por outro lado, continua, “devo dizer quer as pessoas vão ter as suas casas valorizadas, vão ter um serviço publico essencial que não tinham, essencial para a saúde pública e para o ambiente”. “Vão ter um serviço básico que, se calhar, já deviam ter há muitos anos, mas só agora foi possível com a AdRA e é um assunto que vai ficar resolvido”.
Mas é certo que isso obrigou “as pessoas a serem muito incomodadas”. Agora, “peço só mais um pouco de paciência, pois estamos em fase de resolução dos trabalhos e as coisas vão ficar em condições em breve”, promete.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta