Cultura

Almerinda Pereira e António Melo Rosa expõem

 
A exposição de Almerinda Pereira “Yo Te Quiero, Mamá” é inaugurada esta sexta-feira, pelas 18h30, na Biblioteca Municipal de Ovar, onde ficará patente até dia 11 de outubro.

A exposição assenta em duas séries distintas que têm em comum o uso da esferográfica bic azul e o tratamento do tema da figura materna. A série “Yo Te Quiero, Mamá” consiste num conjunto de 25 desenhos a esferográfica BIC, de base narratológica, que ficcionam o verídico e insólito caso, publicado pela revista Times, de uma mulher de 36 anos que trata um boneco como um filho.

“Escritores Bic” é outra série da artista que se encontra em exposição, que visa o cruzamento de áreas como o desenho e a literatura, através de um conjunto de 13 ilustrações criadas a partir da imagem e do imaginário de escritores portugueses e espanhóis.

Almerinda Pereira (França, 1975) iniciou o seu percurso artístico, de forma autodidata. Tendo experimentado vários estilos, encontrou a sua linguagem no contexto da Nova Figuração. Como técnicas privilegia a pintura a óleo sobre tela e a esferográfica azul bic sobre papel, tendo nos últimos três anos realizado dezenas de ilustrações, algumas das quais em revistas literárias.

A exposição “Viagens d’Escrita” de António Melo Rosa marca a abertura da nova temporada do Centro de Arte de Ovar e vai ser inaugurada no sábado, dia 13, pelas 18h30, na galeria do Centro de Arte de Ovar.

“Viagens d’Escrita” apresenta mais de 25 obras, descritas pelo artista como “criações onde se inter-relacionam os outros-em-mim-mesmo, procuras constantes de equilíbrios à volta com os elementos água-ar-fogo-terra, espaços, cheio-vazio, energias e vontade de fumo.” São estas as premissas do trabalho concebido para “Viagens d’Escrita”,
assim como o tem sido ao longo dos trinta anos de exposições individuais, e mais focadamente, ao longo dos últimos dez anos aquando da deslocação a Pernik, Bulgária, onde Melo Rosa concebeu e realizou pinturas a partir de estudos de ideias, cores e formas.

A exposição ficará patente na galeria do Centro de Arte de Ovar até 25 de outubro

Artigos relacionados

Deixe uma resposta