DesportoSlider

António Palavra vai ao Red Bull Dolomitenmann

António Palavra, do Clube de Canoagem de Ovar, será o representante da Team Portugal em Kayak Extreme no Red Bull Dolomitenmamm, que se realiza perto Lienz, na Áustria, no dia 10 de Setembro

O Red Bull Dolomitenmann está mesmo ao virar da esquina e a Team Portugal continua a preparação para poder brilhar na sua estreia nesta mítica competição realizada nos Alpes austríacos.

És o participante seleccionado para a Team Portugal do Red Bull Dolomitenmann no percurso de Extreme Kayak. Como te sentes?
Se tivesse de escolher duas palavras para resumir o que sinto seriam Lisonjeado e Entusiasmado. Lisonjeado por ter sido escolhido para a primeira equipa nacional Red Bull Dolomitenmann. Mas principalmente entusiasmado por poder vir a fazer parte de um evento deste género. Para além do aspecto competitivo que seguramente vai ser exigente e desafiante! Este tipo de competição permite juntar atletas de diferentes áreas que normalmente não tem oportunidade de competir juntos.

Já conhecias o Red Bull Dolomitenmann?
Já tinha visto algumas imagens e na altura pensei que seria algo interessante de fazer um dia… Quanto ao projecto para criar a primeira equipa nacional fui apanhado de surpresa!

Fala-nos acerca da tua experiência como atleta de Kayak. Sabemos que também és especialista em Kayak Surf. Consegues conciliar as duas vertentes?
Comecei a fazer kayak em águas lisas e passado alguns anos, por circunstâncias profissionais tive a oportunidade de conhecer o Rio Paiva e suas águas bravas! Desde então fiquei viciado (acho que é o termo correcto)! O problema das águas bravas em Portugal é que é sazonal, num bom ano podes remar desde final de novembro até abril. Num mau ano ficas limitado a dois ou três rios. Nessa altura é que aparece o mar e Kayak Surf como forma de nos manter em forma sem nos deslocarmos para os Alpes ou Pirinéus. O Kayak Surf, entretanto evoluiu com a criação de várias provas e com a entrada na Federação Portuguesa de Canoagem. Eu faço parte desse do grupo de pessoas que iniciou o processo das competições de Kayak Surf no mar mas as águas bravas ainda vão tendo a minha preferência entre a descida, surfar ondas de rio, ou competições. Resumindo diria que tento dar prioridade à qualidade do desafio versus “custos”. Seja descer um rio pela primeira vez, surfar boas ondas no mar ou competir seja em que variante for. Lembro-me de uma viagem que fiz ao Sri Lanka, com a família, e o objectivo era praticar em águas bravas mas a logística, o risco de dengue e a qualidade das ondas do mar fez mudar o plano. Optámos por ficar 2 meses a surfar no mar a “lazyleft”!

Onde costumas treinar para as competições?
Quando estou em Portugal e existe água, remo preferencialmente no Rio Paiva e seus afluentes! Neste momento vivo na Noruega e treino no “rio da casa” Skjøli – considerado um dos mais intensos e contínuos da Noruega. Vejam este vídeo para conhecerem o rio.

Quais são os teus objetivos para o Red Bull Dolomitenmann?
O primeiro objectivo é finalizar a prova! Depois, pelo que vi de algumas das edições anteriores, na parte do kayak, gostaria de ficar perto dos melhores tempos registados na casa dos 35 minutos. Obviamente existem factores externos que podem variar este tempo, seja o caudal, vento e a colocação das portas, etc. Mas é sempre bom quantificar o objectivo, mesmo sem conhecer o local da prova. E por fim, não menos importante, desfrutar desta oportunidade dada pela Red Bull Portugal para conhecer novas pessoas, o local e o ambiente que rodeia Dolomitenmann.

(RedBull/Fotos: Jorge Rabiço)

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta