LocalSlider

Balões azuis alertam para problemática do autismo (DA)

Uma largada de balões azuis encerrou, ontem, de forma colorida a Semana da Consciencialização para o Autismo, uma iniciativa da Unidade de Ensino Estruturado de Autismo, da Escola Básica com Jardim de Infância (EB/JI) de S. Donato, de Ovar.

A manhã começou na sede do Agrupamento de Escolas de Ovar, na Secundária José Macedo Fragateiro, onde teve a companhia do presidente da União das Freguesias de Ovar, Bruno Oliveira, partindo em caminhada até à Praça da República, passando pelo Parque da Cidade com o objectivo de chamar atenção da cidade para a problemática da inclusão de alunos com perturbações do espetro do autismo.

O professor do ensino especial da EB/JI de São Donato, António Filipe, explicou que a iniciativa “serve, sobretudo, para alertar a população para este tipo de problemática”. O papel dos docentes especializados é muito importante “na promoção das competências destas crianças, que gostam muito de sair, muito embora se sintam baralhados por ser uma novidade”. O docente considera fascinante o contacto com as crianças autistas, “mas cada um é um mundo”, realça.

A EB/JI de São Donato tem 60 alunos, oito dos quais integram a Unidade de Ensino Estruturado de Autismo. “Há evoluções fantásticos entre eles”, anota António Filipe, apontando o Tomás, por exemplo, que quando chegou a S. Donato não comia nada a não ser carne e arroz. “Os pais não sabiam o que fazer, mas hoje já come sopa, fruta e outros alimentos e isso é uma grande vitória”, revela, entusiasmado.

“Estas sensibilizações são muito importantes para que as pessoas encarem esta problemática e não descriminem estas crianças por causa desse problema”,

Diana Valente, presidente da associação de pais da EB/JI de S. Donato, adiantou que está em formação uma “associação dedicada ao autismo, em Ovar, porque achamos importante que estas crianças, chegadas aos 18 anos, tenham um futuro”. Esta questão preocupa muito pais e educadores e a ideia é, um dia, conseguir que elas “não percam o rumo da inclusão”.

A receber os meninos, pais e educadores, estava Salvador Malheiro. “A Câmara Municipal de Ovar está sempre ao lado das grandes causas da sua comunidade”, disse, acrescentando que “estamos atentos ao que a afecta”. O edil vê com bons olhos esta iniciativa de consciencialização do autismo e “associamo-nos com muito gosto a este evento”. O autarca gostaria que “estas crianças tivessem acompanhamento escolar oficial não só no ensino básico mas também no ensino secundário, pois merecem ter o mesmo acompanhamento que todos os outros têm”.

(Ler artigo in Diário de Aveiro – Foto:Paulo Ramos)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta