ComunicadosPolítica

BE: Atrasos graves na entrega da correspondência dos CTT

Muitos cidadãos do concelho de Ovar estão a ser fortemente lesados pelos maus serviços prestados pelos CTT no concelho. A correspondência e muitas das encomendas são entregues fora dos prazos previstos, causando graves transtornos à população que está a ser prejudicada pela degradação dos serviços prestados pelos CTT.

Segundo as informações que chegaram ao Bloco de Esquerda, o atraso na entrega da correspondência chega a ser superior a 15 dias, o que é inadmissível e demonstrativo que os CTT atualmente são incapazes de cumprir com as suas obrigações.

A entrega dos CTT aos privados foi um ataque aos serviços públicos e piorou a vida dos portugueses. O objetivo dos privados é gerar lucro a qualquer preço, não se preocupando minimamente com os interesses das populações. De facto, a entrega dos CTT aos privados, realizada pelo governo de Passos Coelho e Paulo Portas, fragilizou inevitavelmente os serviços públicos e aumentou assim as assimetrias sociais, económicas e territoriais no país.

O Bloco de Esquerda já apresentou na Assembleia da República a proposta para a nacionalização dos CTT, mas, infelizmente, a coligação negativa composta pelo PS, PSD e CDS votou contra o regresso desta empresa à esfera pública, penalizando assim as populações e a democracia. Depois da entrega dos CTT aos privados o encerramento de balcões e a diminuição de carteiros precarizou de tal forma o serviço que uma parte significativa da população chega a receber correspondência fora do prazo (contas para pagar cuja data limite já foi ultrapassada, cartas para marcação de consultas hospitalares recebidas depois da data agendada para consulta, etc.).

Relembramos que o concelho de Ovar não tem um serviço público de transportes, o que ainda degrada mais a acessibilidade das populações aos serviços dos CTT. Os deputados do Bloco de Esquerda já questionaram o Governo sobre este assunto.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta