LocalSlider

Câmara ainda quer salvar fachada do cine-teatro

“Nem mais um minuto!” Decidido, o presidente da Câmara Municipal de Ovar, Salvador Malheiro, tomou, ontem, posse administrativa coerciva do desactivado cine-teatro local, depois de, na noite de segunda-feira, ter ruído, com estrondo, mais um bloco do edifício, assustando vizinhos e transeuntes e colocando um ponto de interrogação na segurança de pessoas e bens das imediações.

Anteontem à noite, o presidente da Câmara Municipal, esteve no local verificando que a maioria dos “estilhaços caíram sobretudo para dentro do cine-teatro”. Ontem, e após nova vistoria técnica ao local, reacendeu a preocupação e acompanhado da Protecção Civil Municipal, decidiu tomar posse administrativa do imóvel e avançar com obras de imediato para garantir a segurança pública. O Diário de Aveiro sabe que a comissão de vistoria municipal defende a demolição total do edifício mas o edil promete “tudo fazer para salvar parte do imóvel”. (Ler artigo in Diário de Aveiro)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta