LocalSlider

Câmara vai reivindicar a reabilitação da EN109

A Câmara Municipal de Ovar vai reivindicar junto da Administração das Infraestruturas de Portugal S.A. a reabilitação “imediata” da EN109 e a construção de variante de ligação à A29, nó de Maceda, numa tomada de posição conjunta de todo o executivo municipal, decidida na reunião de Câmara Municipal de hoje.

O presidente da autarquia, Salvador Malheiro, já por várias vezes manifestou a necessidade destas intervenções na EN109, no troço do território de Ovar, junto da Administração das Infraestruturas de Portugal S.A., do ministro do Planeamento e das Infraestruturas e do secretário de Estado das Infraestruturas, “dado o volume de trânsito e o estado da via que coloca em risco a segurança das pessoas residentes e que aqui circulam diariamente, uma vez que é uma das principais vias urbanas do concelho”, justifica o autarca.

Contudo, fruto destas diligências entretanto efectuadas, a Câmara Municipal foi agora informada, no passado dia 5, por parte das Infraestruturas de Portugal, IP, que a “Beneficiação da EN109 entre o km 18.400 e o km 40.200” programada para 2017 será apenas lançada em 2020 “por razões orçamentais”, como pode ler-se no documento apresentado por Salvador Malheiro em sede de reunião de Câmara.

Face a esta decisão “inaceitável e tendo em conta os vários acidentes que têm ocorrido na área territorial do concelho neste troço”, o presidente da Câmara Municipal e todos os membros do executivo, em permanência e não permanência, acordaram exigir esta reabilitação “com a máxima urgência”, bem como propor a construção de uma variante de acesso à A29, no nó de Maceda, como forma de “descongestionar o tráfego que se faz sentir diariamente em todas as freguesias a Norte do concelho”.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta