Política

CDS critica viatura de luxo do presidente

A concelhia do CDS de Ovar critica o presidente da Câmara de Ovar por estar a usar um carro de luxo, quando “tinha muitas opções de viaturas híbridas ou eléctricas bem mais baratas do que o Lexus S 500H e na empresa Salvador Caetano”.

O deputado municipal, Fernando Camelo, diz que Salvador Malheiro é, “muito provavelmente, o detentor de cargo político a usar viatura mais cara em Portugal” e reclama a sua devolução.

A título de exemplo, aponta os presidentes da Câmara do Porto e de Lisboa, usam viaturas que custam metade do preço e, “no caso de Fernando Medina até usa uma viatura eléctrica”.

Malheiro entende que se trata de um caso de “politiquice interna sem relevo” e explica que que aproveitou uma oportunidade de negócio com uma empresa instalada em Ovar há muitos anos.

O custo de mercado do veículo é de cerca de 130 mil euros, mas o autarca social-democrata assegura que, por se tratar de um veículo de serviço, caso a câmara avance para a compra, o custo será de menos de 75 mil euros, a que serão deduzidos os 1.600 mensais do actual aluguer.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta