LocalSlider

Entrou pela claraboia, fugiu, foi apanhado e era um “velho” conhecido

Um indivíduo entrou numa casa, em Ovar, depois de escalar a parede e arrombar uma claraboia, o que levou a proprietária de 83 anos a gritar por socorro.

Após ter furtado alguns haveres, conseguiu fugiu por uma janela, mas foi visto e acabou por ser perseguido por um homem de 31 anos, testemunha do ilícito.

Seria apanhado e retido até à chegada dos elementos da PSP de Ovar, junto ao Hospital Francisco Zagalo de Ovar que o encontrou na posse de 50,60 euros, 6 maços de tabaco, uma lanterna, uma navalha pequena, um telemóvel com o respetivo carregador e uma seringa.

O indivíduo, sem abrigo e consumidor compulsivo de heroína e cocaína, que alegadamente recusa acompanhamento por técnicos da equipa de rua do programa “Dá a Volta”, tinha já, no passado dia 16 de Janeiro, furtado 100 euros e tabaco, do interior da mercearia que a vítima possui no rés-do-chão da sua residência.

No dia 12, o mesmo indivíduo furtou dinheiro e tabaco do interior de um café e é ainda o mesmo que, no passado dia 07, foi detido duas vezes pela PSP de Ovar, em flagrante delito, por furto no interior de um armazém de vinhos, tendo sido submetido às medidas de coacção de Termo de Identidade e Residência e apresentações bissemanais na Esquadra de Ovar, as quais a PSP diz que “tem cumprido intermitentemente”.

O indivíduo, que foi conduzido aos quartos de detenção da Esquadra de São João da Madeira, está ainda referenciado em outros ilícitos do mesmo tipo, ainda em fase de investigação na Esquadra de Ovar. Após ter sido presente ao Tribunal de Aveiro, o indivíduo ficou agora com apresentações diárias na esquadra ovarense.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta