DesportoFutebolSlider

Federação Portuguesa de Futebol está tranquila

[themoneytizer id=”16574-1″]

 

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) está tranquila quanto à decisão tomada pelo seu delegado no passado domingo em Ovar.

O diário desportivo Record escreve, na sua edição de hoje, que a FPF entende que a decisão tomada pelo delegado Paulo Filipe está em conformidade com o disposto no n.º 6 do artigo 12.º do regulamento da prova, segundo o qual, “nas finais disputadas a duas mãos”, se cada uma das equipas obtiver uma vitória, terá lugar um prolongamento. Se uma das equipas marcar, nesse período, vence”.

Foi este o entender do delegado da FPF, que deu indicação à juíza Ana Araújo para a realização de mais 30 minutos, nos quais a equipa vareira acabou por marcar o golo que lhe permitiu conquistar o título.

Depois dos responsáveis maritimistas agora é a vez da Associação de Futebol da Madeira enviar um ofício à Federação Portuguesa de Futebol, pedindo explicações sobre a atribuição do título de Campeão Nacional de Promoção de Futebol Feminino à Ovarense e não do CS Marítimo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta