Sexta-feira , 20 Outubro 2017
Ler também:
Galp On anula factura de electricidade e gás de 2.580 euros

Galp On anula factura de electricidade e gás de 2.580 euros

Tudo se passou há cerca de um ano quando o pai de André Matos, residente em Ovar, celebrou um contrato com a Galp On para fornecimento de gás e electricidade. A conta-certa foi um dos atractivos para escolher o fornecedor.

O débito directo ficou associado à conta bancária de André. Mas os meses passavam e, apesar de o débito estar autorizado, a Galp On não cobrou as mensalidades contratadas.

Receando que a situação se arrastasse e fossem debitados, de uma só vez, os pagamentos em falta, André Matos alertou a empresa e pediu a intervenção da DECO.

Durante vários meses, contactámos a Galp On, para que cumprisse a modalidade conta-certa. Apesar disso, André Matos acabou por receber a primeira factura, de 2.580 Euros, relativa a 10 meses de consumos de electricidade e gás.

Descontente com a situação, voltou a reclamar. Além de não cumprir o contrato, a Galp On estava a cobrar serviços prescritos com mais de 6 meses. (Ler artigo completo aqui)

Deixe uma resposta