SaúdeSlider

Hospital de Ovar já definiu plano para a retoma da actividade assistencial

O Hospital Dr. Francisco Zagalo – Ovar (HFZ-Ovar) já tem o plano para a retoma da actividade assistencial, suspensa desde 14 de março para dar resposta às necessidades decorrentes da pandemia.

A unidade hospitalar estará preparada para retomar uma “nova normalidade” a partir do próximo dia 11 de maio, reactivando a consulta externa, hospital de dia e os Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica (como o laboratório, raio-X, entre outros).

“Estamos a criar condições que permitam garantir a segurança para profissionais e utentes, assegurando-se um correto distanciamento social, atendendo ao espaço físico disponível. Para tal, tivemos de organizar os diferentes espaços, redefinir os circuitos, fluxos e procedimentos necessários a uma retoma segura para todos”, explica o presidente do Conselho Directivo do HFZ-Ovar, Luís Miguel Ferreira.

Entre as medidas previstas – que seguem, de resto, um conjunto de estratégias a adotar neste período pelas instituições de saúde à escala nacional – destaque para a diminuição do tempo dos utentes no serviço, as consultas e os actos com hora marcada, o desfasamento de horários e definição de distâncias de segurança nas salas de espera reduzidas ao mínimo indispensável.

Já na entrada dos edifício será feito inquérito ao estado de saúde e medição da temperatura corporal, sendo que os utentes poderão entrar no espaço do hospital poucos minutos antes da hora da marcação da consulta ou exame.

“São enormes as restrições que todos estamos a prever para esta retoma da actividade não Covid, que será concretizada de forma gradual e faseada, em função do contexto epidemiológico específico da unidade de saúde, como, aliás, recomenda a tutela”, sublinha Luís Miguel Ferreira.

“No nosso hospital, com espaços muito limitados, torna-se mais difícil e exigente esta definição segura dos circuitos, pelo que a prudência será a palavra de ordem, ainda que estejamos certos que há muitos utentes a precisar destas respostas que agora iremos retomar”, adianta.

De acordo com o plano, que já seguiu para o Ministério da Saúde, a reprogramação da actividade cirúrgica está prevista para o próximo dia 01 de junho (nas especialidades de Otorrinolaringologia, Cirurgia geral, Oftalmologia, Ortopedia e Urologia), ainda que “bastante condicionada pelo perfil do hospital e das condições dos serviços cirúrgicos e Bloco Operatório actuais”, acrescenta o presidente do Conselho Directivo da unidade hospitalar.

Refira-se ainda que no contexto da retoma da actividade assistencial foi montado no parque de estacionamento, esta semana, um contentor técnico cedido pelos Bombeiros de Esmoriz, devidamente apetrechado, onde é efectuada a consulta de triagem Covid-19 para pessoas referenciadas pela equipa ADC/CSP e Saúde Pública. Um alteração de espaço que surgiu após a necessária descontaminação – por parte dos militares do núcleo de matérias perigosas da Unidade de Emergência de Protecção e Socorro da GNR – da área da consulta externa, zona que durante cerca de um mês garantiu a referida resposta no combate à pandemia e que agora se prepara para o regresso à normalidade possível.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta