LocalSlider

Misericórdia adapta-se para fazer face ao surto

"Sentimo-nos sós!", clama Salvador Malheiro

A Santa Casa da Misericórdia de Ovar transformou, este sábado, o refeitório num espaço que vai acolher os idosos que estão à sua guarda depois de ontem ter morrido um utente com coronavírus. “Preparámos aqui um espaço novo para, de imediato, podermos separar os utentes sintomáticos daqueles que não apresentam sintomas nenhuns”, anunciou Salvador Malheiro.

O pessoal da instituição foi sujeita a testes de diagnóstico no Hospital de Ovar, num momento em que o presidente da Câmara de Ovar voltou a criticar o Instituto da Segurança Social e do Ministério da Saúdes pelo fraco apoio que têm prestado ao Município.

O autarca acrescenta que os profissionais e voluntários envolvidos na reorganização se sentiram “sozinhos” nesse esforço: “Sentimo-nos sós, com muito pouco apoio por parte da Segurança Social e muito pouco apoio do Ministério da Saúde”.

As operações foram conduzidas por agentes da PSP e GNR, bombeiros e funcionários da Câmara, no que Salvador Malheiro considera “uma enorme prova de entreajuda e solidariedade entre todos aqueles que estão em Ovar a dar o máximo de si”.

É essa mesma equipa que, ainda segundo Salvador Malheiro, está agora “a preparar, em contínuo, autênticos hospitais de campanha para fazer face à enorme catástrofe que assola o município”.

Sentimo-nos Sós.Não temos qualquer apoio da Segurança Social e do Ministério da Saúde.Precisamos de Apoio.Mas vamos Vencer. Vamos #SalvarOvar

Publicado por Salvador Malheiro em Sábado, 28 de março de 2020

Artigos relacionados

Deixe uma resposta