LocalSlider

Multidão acompanhou Procissão dos Passos

Esta domingo, saiu para a rua a Procissão dos Passos, que percorreu as capelas dos Passos de Ovar, consideradas desde 1946 Imóveis de Interesse Público, constituindo um conjunto de sete capelas de estilo rococó que datam do século XVIII e que representam um registo arquitectónico e artístico único de Portugal.

A população ovarense tem uma enorme devoção pela Procissão dos Passos, também chamada de Procissão do Encontro, uma vez que tem o seu ponto alto no momento do encontro dos andores de Nossa Senhora e Jesus Cristo, em frente ao Passo do Encontro.

As manifestações da Quaresma prosseguem em Ovar com um encontro-recolecção para membros da Pastoral Familiar e Conselhos Pastorais, no dia 22, na Casa de S. Paulo, em Cortegaça, com a presença do Orfeão de Ovar que dará um Concerto de Música Sacra.

Dia 29 é Domingo de Ramos, assinalado com a Procissão de Ramos e uma Missa com crianças, a partir das 9h30.

Depois chegam as procissões nocturnas de Ovar que também atraem muitos visitantes, nacionais e estrangeiros e são já um cartaz turístico religioso da cidade. Na 5.ª feira Santa, após a Celebração da Ceia do Senhor, realiza-se a Procissão do Ecce Homo, a partir das 21h30 e, no dia seguinte, 6.ª feira Santa, às 7h30 há Via Sacra nas ruas, e celebração da Paixão, às 19 horas, após o que, às 20h30, tem início a Procissão do Enterro do Senhor.

A tradição das procissões quaresmais, em Ovar, remonta ao século XVII, seguindo poucos anos após a constituição da Ordem Terceira de São Francisco.

Estas celebrações estão a cargo da Paróquia de Ovar, a que preside o pároco Reverendo Padre Manuel Pires Bastos, Ordem Terceira de São Francisco, Irmandade dos Passos e Câmara Municipal de Ovar. Para além das centenas de participantes, as cerimónias da Quaresma e da Semana Santa atraem à cidade de Ovar milhares de pessoas que fazem questão de acompanhar as cerimónias litúrgicas e as procissões. (Imagens da Minha Janela Ovarense)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta